Siga por e-mail

segunda-feira, 11 de março de 2013

XI CONGRESSO DA LBV 01/10/1967 - ALZIRO ZARUR

XI CONGRESSO DA LBV
01 DE OUTUBRO DE 1967 - ALZIRO ZARUR 

Eu quero agradecer, de fato, o trabalho Divino dos Legionários, mas principalmente da Mocidade, que esta cresceu como Soldadinho de Deus e agora está com uma mentalidade nova, sem vícios do passado, vícios espirituais, preconceitos espirituais, barreiras espirituais e, evidentemente, eu tenho aqui uma Mocidade que eu não troco, não vendo, e não dou, é a maior do mundo, a Mocidade Legionária. Esta Mocidade Legionária é que vai fazer o trabalho final, vocês entenderam o negócio. Para isso estou aí há 20 anos, aí trabalhando, trabalhando, trabalhando, lapidando os meus diamantes, é para isso – vocês é que vão completar este trabalho, meus amigos! Nós que já passamos, assim, da juventude, não continuamos também velhos, não é? Porque a Mocidade é eterna, o espírito é sempre jovem. Quem está com Jesus não pode ter reumatismo, é incompatível. Pensar em Jesus e ter reumatismo é condenável. De modo que, vocês prometendo a Jesus que vão se movimentar no trabalho Dele, não há reumatismo que aguente. 


ALZIRO ZARUR

Nenhum comentário:

Postar um comentário